Home
Starting Dose of Sorafenib for the Treatment of Hepatocellular Carcinoma: A Retrospective, Multi-Institutional Study


Há poucas opções terapêuticas para o carcinoma hepatocelular (CHC) avançado. O sorafenibe é aprovado no Brasil, Estados Unidos e em outros países para a primeira linha de tratamento do CHC avançado. Os benefícios desse tratamento são modestos. Os autores avaliaram em um coorte retrospectiva com 4.903 pacientes se a dose inicial poderia influenciar os desfechos e custos do tratamento com sorafenibe. Foi utilizado um escore de propensão (propensity score) na proporção de 1:1 para tentar ajustar potenciais vieses de tratamento. O modelo de regressão de Cox calculou as hazard ratios (HRs) e testou contra o limiar de não inferioridade de HR=1,1. Potenciais variáveis de confusão foram ajustadas por regressão logística. O desfecho primário foi sobrevida global dos pacientes com dose inicial padrão de sorafenibe (800 mg/dia) vs dose inicial reduzida (<800 mg/ dia). Da coorte, 63% dos pacientes iniciaram na dose padrão e 39% em uma dose reduzida. Os pacientes do grupo dose reduzida apresentaram na linha de base mais comorbidades o que resultou em uma sobrevida menor (mediana de 200 vs 233 dias, HR=1,10). Após o pareamento (matching) com o escore de propensão e os ajustes para potenciais variáveis de confusão não houve diferença entre a sobrevida global dos grupos analisados (HR ajustado=0,92; IC 95% 0,83 a 1,01). Os resultados ficaram significativamente dentro da margem de não inferioridade (P<0,001). Outro achado interessante foi uma menor probabilidade de descontinuação da medicação por eventos gastrointestinais no grupo com dose inicial reduzida. Os pesquisadores sugerem que o início de sorafenibe em uma dose menor que a padrão não é associada e piora da sobrevida global e pode estar associada a menor custo e menor taxa de descontinuação do tratamento.

Fonte: J Clin Oncol. 2017 Sep 5 - [Epub ahead of print]

Declaração legal, Política de Privacidade e Política de Uso