Home
Resposta precoce à quimioembolização arterial transcateter está associado com melhor sobrevida no hepatocarcinoma estádio intermediário?

Título original: Early treatment response to transcatheter arterial chemoembolization is associated with time to the development of extrahepatic metastasis and overall survival in intermediate-stage hepatocellular carcinoma.


A quimioembolização arterial (TACE) é recomendado para o hepatocarcinoma (HCC) de estádio intermediário. A ausência de resposta precoce ao tratamento pode indicar outras estratégias terapêuticas para os pacientes. O objetivo do presente estudo foi de identificar a relação entre a resposta ao tratamento após 2 sessões de TACE e o tempo de desenvolvimento de metástases extra-hepática e sobrevida global. Foram analisados 108 pacientes sem tratamento prévio com estádio intermediário de HCC que receberam pelo menos 2 sessões consecutivas de TACE como primeira linha de tratamento. 29,6% (n=32) dos pacientes desenvolveram metástases extra-hepáticas. A mediana de sobrevida para aqueles que atingiram resposta objetiva após 2 sessões de TACE foi de 45,9 e 14,4 meses para aqueles que não tiveram resposta objetiva (P= 0,0001). Resposta objetiva após 2 sessões de TACE e a ocorrência de metástases extra-hepáticas foram associadas com a sobrevida global. Os autores concluíram que a resposta precoce após 2 sessões de TACE está associada com tempo prolongado para metástases e melhora da sobrevida nessa população.


Key points:


Doença: Hepatocarcinoma estádio intermediário

Contexto: quimioembolização arterial transcateter

Desenho: Estudo de coorte

Amostra: 108 pacientes

Desfechos: tempo para o desenvolvimento de metástases extra-hepática e sobrevida global

Autores da análise: Gabriel Prolla

Qualidade geral do estudo*:

Limitações: experiência do centro de pesquisa no procedimento pode refletir em resultados superiores aos encontrados em outros centros. O perfil clínico dos pacientes coreanos em geral é melhor quando comparados com o ocidente. A Coreia do Sul tem uma alta prevalênci

Potencial impacto na prática clínica: como existem outras opções terapêuticas no HCC estádio intermediário, os resultados do estudo podem dar suporte para o médico assistente definir precocemente se o TACE está beneficiando ou não o paciente. No caso de não haver resposta precoce após 2 sessões de TACE, a equipe poderia avaliar outras opções terapêuticas para o caso.

*Avaliação do editor do GTG:
Muito baixa     Baixa     Moderada     Alta     Muito alta

Contexto:


A maior parte do suprimento de sangue no hepatocarcinoma (HCC) vem da artéria hepática. Essa observação levou ao desenvolvimento de terapias para eliminar o suprimento sanguíneo. A quimioembolização arterial (TACE) costuma ser indicada nos casos de HCC não ressecáveis. Também pode ser indicado como “tratamento ponte” para transplante hepático. Na Coreia do Sul onde o presente estudo foi conduzido, a Guia Clínica do Grupo de Estudos Hepáticos Coreano faz uma recomendação mais ampla de indicações para o TACE, muito provavelmente devido ao melhor perfil de pacientes coreanos (mais casos com diagnóstico precoce de cirrose por vírus da hepatite B quando comparados com centros no ocidente) (1). TACE é o único método de tratamento transarterial que demonstrou melhora da sobrevida comparado aos melhores cuidados de suporte (2, 3), embora as evidências comparativas da TACE vs outros métodos não sejam fortes (4, 5). Existem vários tipos de procedimentos para terapia transarterial: embolização por partículas “brandas”, TACE com ou sem lipiodol, quimioterapia transarterial somente ou com lipiodol. Duas metanálises falharam em mostrar uma diferença significativa entre embolização transarterial e TACE, embora houve uma tendência a favor da TACE (6, 7). TACE é recomendada para o HCC de estádio intermediário. A ausência de resposta precoce ao tratamento pode indicar outras estratégias terapêuticas para os pacientes e com isso potencialmente melhorar o desfecho dos pacientes (8).

Análise:


O objetivo do presente estudo foi de identificar a relação entre a resposta ao tratamento após 2 sessões de TACE e o tempo de desenvolvimento de metástases extra-hepática e sobrevida global.

Foram incluídos e analisados 108 pacientes sem tratamento prévio com estádio intermediário de HCC que receberam pelo menos 2 sessões consecutivas de TACE como primeira linha de tratamento. 29,6% (n=32) dos pacientes desenvolveram metástases extra-hepáticas. Os fatores preditores para o tempo de desenvolvimento de metástases foram: idade > 60 anos (P=0,027), alfa-proteína > 200 ng? ml (P=0,039) e resposta objetiva após 2 sessões de TACE (P=0,001). A mediana de sobrevida para aqueles que atingiram resposta objetiva após 2 sessões de TACE foi de 45,9 e 14,4 meses para aqueles que não tiveram resposta objetiva (P= 0,0001). Resposta objetiva após 2 sessões de TACE (P=0,0001) e a ocorrência de metástases extra-hepáticas (P=0,002) foram associadas com a sobrevida global.



Conclusão / Fechamento:


Os autores concluíram que a resposta precoce após 2 sessões de TACE está associada com tempo prolongado para metástases e melhora da sobrevida nessa população. Eles sugerem que sejam realizadas avaliações mais frequente para metástases extra-hepáticas quando uma resposta objetiva não é atingida após 2 sessões de TACE e nos pacientes jovens com estádio intermediário com altos níveis de alfa-fetoproteína. É importante ressaltar que os benefícios dessas técnicas tipo TACE são altamente dependentes do mix de casos clínicos incluído nos estudos (9). A severidade da disfunção hepática pré-existente e fatores relacionados ao tumor influenciam os resultados e por isso quaisquer extrapolações de estudos para a prática clínica devem ser realizadas com cautela.

Referencias:

  1. Korean Liver Cancer Study G, National Cancer Center K. 2014 Korean Liver Cancer Study Group-National Cancer Center Korea practice guideline for the management of hepatocellular carcinoma. Korean J Radiol. 2015;16(3):465-522.
  2. Llovet JM, Real MI, Montana X, Planas R, Coll S, Aponte J, et al. Arterial embolisation or chemoembolisation versus symptomatic treatment in patients with unresectable hepatocellular carcinoma: a randomised controlled trial. Lancet. 2002;359(9319):1734-9.
  3. Lo CM, Ngan H, Tso WK, Liu CL, Lam CM, Poon RT, et al. Randomized controlled trial of transarterial lipiodol chemoembolization for unresectable hepatocellular carcinoma. Hepatology. 2002;35(5):1164-71.
  4. Brown KT, Do RK, Gonen M, Covey AM, Getrajdman GI, Sofocleous CT, et al. Randomized Trial of Hepatic Artery Embolization for Hepatocellular Carcinoma Using Doxorubicin-Eluting Microspheres Compared With Embolization With Microspheres Alone. J Clin Oncol. 2016;34(17):2046-53.
  5. Meyer T, Kirkwood A, Roughton M, Beare S, Tsochatzis E, Yu D, et al. A randomised phase II/III trial of 3-weekly cisplatin-based sequential transarterial chemoembolisation vs embolisation alone for hepatocellular carcinoma. Br J Cancer. 2013;108(6):1252-9.
  6. Marelli L, Stigliano R, Triantos C, Senzolo M, Cholongitas E, Davies N, et al. Transarterial therapy for hepatocellular carcinoma: which technique is more effective? A systematic review of cohort and randomized studies. Cardiovasc Intervent Radiol. 2007;30(1):6-25.
  7. Camma C, Schepis F, Orlando A, Albanese M, Shahied L, Trevisani F, et al. Transarterial chemoembolization for unresectable hepatocellular carcinoma: meta-analysis of randomized controlled trials. Radiology. 2002;224(1):47-54.
  8. Llovet JM, Di Bisceglie AM, Bruix J, Kramer BS, Lencioni R, Zhu AX, et al. Design and endpoints of clinical trials in hepatocellular carcinoma. J Natl Cancer Inst. 2008;100(10):698-711.
  9. Llado L, Virgili J, Figueras J, Valls C, Dominguez J, Rafecas A, et al. A prognostic index of the survival of patients with unresectable hepatocellular carcinoma after transcatheter arterial chemoembolization. Cancer. 2000;88(1):50-7.

Fonte: Cancer Chemother Pharmacol. 2016 Dec 2. [Epub ahead of print]

palavras-chave: hepatocarcinoma, HCC, quimioembolização arterial, sobrevida

Declaração legal, Política de Privacidade e Política de Uso