Home
Laparoscopic vs open approach for transverse colon cancer. A systematic review and meta-analysis of short and long term outcomes.


Artigo publicado na International Journal of Surgery, procurou comparar a abordagem laparoscópica (LPA) e aberta (OPA) no tumor transversal do cólon, a partir de uma metanálise que avaliou desfechos de longo e curto prazo. Foram incluídos 11 estudos de caso-controle (n=1415) das bases de dados Medline, Embase, Cochrane, Scopus e Web of Knowledge.

Na análise realizada, os autores apontam que não houve diferença entre o LPA e o OPA na sobrevida global (HR = 0,83; IC95% de 0,56 a 1,22); P = 0,34), sobrevida livre de doença (p = 0,20), recidiva local (p = 0,81) ou metástases distantes (p = 0,24); no leak da anastomose (p = 0,39), no abscesso intra-abdominal (p = 0,25) e nos linfonodos ressecados (p = 0,17). O LPA apresentou um tempo operatório mais longo [Diferença média ponderada (DMP) = 45,00 (29,48, 60,52); P <0,00001] com estabelecimento prévio da ingestão oral [DMP = -1,68 (-1,84, -1,53); P <0,00001] e menor permanência hospitalar [DMP = -2,94 (-4,27, -1,62); P = 0,0001].

Os autores concluem que o LPA parece ser seguro com resultados oncológicos equivalentes à OPA e melhores resultados de curto prazo, porém estudos randomizados devem ser realizados para validar esses resultados.

Fonte: Int J Surg. 2017 Mar 24;41:78-85. doi: 10.1016/j.ijsu.2017.03.050.

Declaração legal, Política de Privacidade e Política de Uso