Home
Hospital of Diagnosis Influences the Probability of Receiving Curative Treatment for Esophageal Cancer


O artigo publicado na Annals of Surgery busca apontar as influências do hospital diagnóstico na probabilidade de recebimento de um tratamento curativo e o seu impacto na sobrevida entre os pacientes com câncer esofágico.

13.017 pacientes selecionados para o estudo foram aqueles que tiveram tumores esofágicos ou gastroesofágico curável (cT1-3,X, N, M0,X) diagnosticado entre 2005 e 2013, em 91 hospitais nos Países Baixos. Foi reaizada uma regressão logística multivariável para avaliar a probabilidade de cura no tratamento (ressecção com ou sem tratamento neoadjuvante, quimioradioterapia definitiva ou excisão local) de acordo com o hospital de diagnose. 37% a 83% dos pacientes receberam tratamento curativo entre 2005-2009 e 45% a 86% entre 2010-2013. As análises de sobrevida apontaram que os pacientes diagnosticados em hospitais com baixa probabilidade de realizar tratamento curativo apresentaram pior sobrevida global (HR = 1,13; IC95% 1,06-1,20; HR= 1,15; IC95% 1,07-1,24).

Os autores sugerem que há espaço para melhorar o manejo clínico dos pacientes com câncer esofágico ressecável, uma vez que há uma variação na probabilidade de receber cirurgia curativa em diferentes hospitais.

Fonte: Ann Surg. 2016 Nov 1. [Epub ahead of print]

Declaração legal, Política de Privacidade e Política de Uso